Quanto tempo é “de um dia para outro”?
Quantas vezes você já leu em receitas “deixe de molho de um dia para outro“? E o que foi que você pensou nessa hora? Algumas possíveis respostas:

“Deixo de molho bem cobertinho, dou boa noite e de manhã cedo vou lá dar bom dia e tirar da água.”

“Sem dúvidas, ‘de uma dia para outro’ leva 24 horas, afinal só depois desse tempo é que o dia em questão vira ‘outro’.”

“Não tem mistério. Pode deixar de molho às 5h da manhã de um dia e retirar às 23h do dia seguinte, afinal ainda será o dia seguinte.”

“Não importa o horário que se coloque de molho, o importante é retirar no mesmo horário, no dia seguinte.”

“Gente, não tem uma medida certa, é ‘a gosto’! Quando você achar que está bom, é porque está bom para você e isso é o que realmente importa nesta vida!!”

Bom, parece mesmo que não é uma medida muito exata, mas aqui vai a dica para você entender o que deve ser feito.
“Deixar de molho” pode ter diferentes objetivos, como hidratar um alimento seco ou desidratado (grãos de feijão e de milho de canjica, bacalhau, carne-seca), tirar o sal de um alimento que passou por um processo de salga (bacalhau, carne-seca) ou temperar um alimento antes do seu preparo (como carnes que deixamos “marinando“).
Com certeza, o tempo e as condições variam conforme o objetivo desse “molho de um dia para o outro”. Mas sim, existe uma regra geral que você poderá usar para se orientar quando ler isso novamente em alguma receita.
Em geral, “de um dia para o outro” quer dizer “entre 8 e 10 horas”, mas se chegar a até 12 horas, não vai ter prejuízos. A menos que a receita indique a duração do “dia para outro” (que é o que elas deveriam fazer), use essa regrinha!
A esta altura, você já deve ter percebido que pode fazer tudo em um só dia, não é? Basta contar o tempo!
No caso do bacalhau, que tem como objetivo reidratar o peixe e remover o sal usado para a sua conservação, esse molho nem é de um dia para outro, ele pode durar até 3 dias.